Enquanto fotógrafos profissionais de casamentos, investimos uma boa parte do nosso tempo em formação e pesquisa.

Nas nossas pesquisas pela internet, encontramos muitos artigos de qualidade duvidosa. No que respeita aos fotógrafos profissionais de casamentos, são verdadeiras peças de desinformação!

Identificámos algumas dessas imprecisões e mitos vamos desmistificá-las.

Desmistificar

Gostamos muito de ler sobre todas as novidades do sector nupcial. Não nos limitamos só à fotografia de casamentos. Invariavelmente, encontramos artigos os quais gostamos de apelidar como as “1001 maneiras de afundar um casamento”! 

Podes encontrar este género de artigos em revistas da especialidade, blogs e na maioria dos portais especializados do sector dos casamentos. À primeira vista, parecem ajudar-te a prevenir problemas. Muitos até são ótimos, com boa informação e bem escritos! Mas, em muitos outros, é notório que os autores pouco pesquisaram e duvidamos até que alguma vez tenham estado num casamento! 

Não me interpretem mal! … Muitos destes artigos são de qualidade e nota-se um genuíno esforço de pesquisa por parte do autor. O problema surge quando estes artigos não se baseiam nas opiniões de profissionais credíveis. Aqueles que lidam com os problemas numa base diária! 

Para desmistificar no que diz respeito aos fotógrafos de casamentos e, por ironia, usando o mesmo formato de artigo, neste post vais a saber a verdade sobre:   

  1. Fotografias de casamento só ficaram bonitas se o local for maravilhoso!
  2. Porque não deves confiar nos teus amigos para fazerem as tuas fotografias de casamento
  3. Que as camaras profissionais caras e sofisticadas que o teu fotógrafo de casamento usa são apenas uma ferramenta
  4. Que a naturalidade nas fotografias também pode ser conseguida de forma posada 
  5. Que menos é mais no que respeita aos produtos que o teu fotógrafo de oferece
  6. Dica de bônus 🙂

1 – Fotografias de casamento só ficaram bonitas se o local for maravilhoso!

Sem dúvida que o cenário numa fotografia de casamento é importante. 

Não, corrijo, é mesmo muito importante! 

Mas isto não quer dizer que só se escolheres um palácio sumptuoso ou que tenhas uma linda paisagem natural por traz é que as fotografias do teu casamento vão ficar bem. Nada disso! 

Se escolheste um fotógrafo profissional de casamentos, que seja um especialista, o local onde as fotografias são feitas passa imediatamente a ser secundário. É entendido como um extra que, obviamente, vai enriquecer o trabalho final mas não é o centro da fotografia.

Nós, fotógrafos profissionais de casamentos, temos os nossos olhos treinados para ver o que a maioria das pessoas não vê e tirar proveito do que temos à disposição.

Qualquer bom fotógrafo de casamentos tem de ter sempre presente uma grande máxima:

Se a vida te dá limões, então faz uma limonada!

Quer isto dizer que, quando os locais onde fotografamos não são os ideais, um bom fotógrafo profissional, com o seu treino e experiência, automaticamente irá usar um sem número de técnicas de enquadramento para esconder o menos bonito, e realçar tudo o que favoreça o seu modelo, a imagem e a forma como contará a história.

No nosso caso, quando o cenário não é o ideal, damos instintivamente prioridade à emotividade e expressividade do casal. Desta forma, relegamos facilmente a paisagem para terceiro ou quarto plano.

2 – O meu amigo tem jeito para tirar fotografias e uma boa camara. Por isso, não preciso contratar um fotógrafo profissional.

Que bom! 

Mas pensa bem … 

Já vimos trabalhos belíssimos feitos por amigos dos noivos. Mas, também sabemos de muitos casais que ficaram sem fotografias de casamento! Ou porque os amigos não estavam preparados para esta responsabilidade ou porque a determinada hora do casamento deixaram de se comportar como fotógrafos para entrarem em modo de convidado!

Pergunta-te: 

Qual o objectivo de ter o casamento registado em fotografias?

Este dia é um marco importante nas vossas vidas? 

Afinal para que servem as tuas fotografias de casamento?

A experiência diz-nos que pedir aos amigos para fazerem as fotografias do casamento pode resultar em vários problemas. Antes de tomares essa decisão coloca estas questões:

  • Será que o teu amigo, estando contigo e com outros amigos em comum, vai conseguir não se distrair perdendo momentos importantes?
  • Queres o teu amigo no teu casamento como fotógrafo e como convidado? Pedir-lhe para ser as duas coisa é garantido que uma delas não vai correr bem!
  • O teu amigo tem a experiência suficiente para lidar com todo o stress e workflow necessário para uma reportagem de casamento de sucesso?
  • O teu amigo tem várias camaras, várias objetivas, baterias extra e forma de fazer uma cópia de segurança de todos os ficheiros no próprio dia de casamento? 
  • Caso tudo corra mal. Estas na disposição de perder um amigo?

3 – Só com camaras profissionais caras e sofisticadas é que se consegue fazer boas fotografias de casamento

secretária de fotógrafo de casamentos Boris The Cat - Wedding Photography

Não são as câmaras que fazem as fotografias, quem as faz é o fotógrafo(a) que está atrás da camara.

Uma camara fotográfica profissional é apenas uma ferramenta. Só conseguirá trazer alguma qualidade ao trabalho até um certo ponto. Se o fotógrafo de casamento que a utiliza não estiver, técnica e esteticamente, treinado e preparado para criar imagens bonitas, não será certamente a camara que as irá fazer sozinha!

Ainda não chegámos a esse grau de desenvolvimento tecnológico! 😉

Nós, fotógrafos profissionais de casamentos experientes, olhamos para os nossos equipamentos uma perspectiva puramente económica e de conforto. 

São apenas e só, as nossas ferramentas de trabalho e tem de se pagar a elas próprias sem nos causar problemas de saúde (dores nas costas, dores nas articulações dos dedos e pulsos, etc). 

Por estarem sujeitas diariamente, a muito uso e abuso, os nossos equipamentos têm de ser fiáveis e robustos para resistirem e durarem, sem avarias, durante vários anos para que se amortizem com a rentabilidade que esperamos.

Na verdade, qualquer camara de entrada de gama, nas mão de um fotógrafo experiente, consegue produzir imagens espectaculares. Mas, esses equipamentos, não são feitos com a robustez suficiente para resistir ao uso abusivo que um profissional tem de dar às suas ferramentas de trabalho.

Uma máquina fotográfica de entrada de gama, nas mãos de um fotógrafo profissional de casamentos, irá avariar com mais facilidade, tornando-se economicamente pouco viável.

Qualquer bom fotógrafo profissional de casamentos sabe que quantos mais anos usar o seu equipamento, com a devida manutenção, terá mais benefícios do que trocar com muita frequência!
Ao usarmos as mesmas ferramentas por mais tempo:

  • mais facilmente as rentabilizamos;
  • melhor as dominamos e, por isso, melhores resultados oferecemos aos nossos clientes.

Por outro lado, os fotógrafos amadores e menos experientes são quem dá maior relevo aos equipamentos que usam. A grande maioria gasta demasiado tempo e dinheiro a correr atrás das mais recentes novidades tecnológicas na ilusão que essas novidades, milagrosamente, melhorem os seus resultados.

Entre fotógrafos costumamos dizer que sofrem de uma doença gravíssima. Sofrem de GAS (Gear Acquisition Syndrome).

4 – Só fotógrafos de casamento que não fazem fotografias posadas é que conseguem fazer fotografias naturais.

Fotógrafos profissionais de casamentos

Nada de mais errado!

Durante o ano de 2019 fizemos a seguinte experiência:

Mostramos dois álbuns (sempre os mesmos) a todos os casais com quem reunimos. 

No primeiro álbum, os clientes encomendou uma reportagem totalmente em estilo fotojornalístico e, por isso, 100% de forma espontânea e sem uma única fotografia posada.

No segundo álbum de casamento, os clientes encomendaram-nos que a reportagem fosse feita no nosso estilo habitual. Um equilíbrio entre fotografias posadas e fotografias espontâneas.

Perguntamos a todos os casais as mesmas perguntas:

  • Com qual se identificam mais?
  • Qual gostaram mais?
  • Qual o que vos parece mais natural?

Surpreendentemente tivemos os seguintes resultados:

  • 73% Identificou-se mais com o segundo álbum;
  • 87% Gostaram mais do álbum onde o casal posou para as fotografias;
  • 71% Afirmou que o segundo casal era o que parecia mais natural.

Face a estes números podemos concluir que a maioria dos noivos desconhece de todo os vários estilos disponíveis e que é possível ter o melhor dos dois mundos 🙂  

5 – É melhor ter fotógrafos profissionais de casamentos que oferecem muitas coisas e barato do que aqueles que oferecem poucas coisas mas mais caro.

Fotógrafos profissionais de casamentos - Casamento quinta do hespanhol - MªJoao+Tiago

É uma tendência natural e humana. Relacionarmos facilmente o preço com a quantidade.

Enquanto consumidores, estamos formatados para procurar uma boa pechincha pois o dinheiro custa a ganhar! Certo?

Parece-nos sempre que quanto mais coisas conseguirmos pelo nosso dinheiro melhor!

É sempre óptimo conseguirmos aquela promoção de pague um leve dois! … mas só é óptimo enquanto falamos, por exemplo, no shampoo que usas diariamente e conhece bem. Ou daquela peça de roupa que consegue avaliar a qualidade do tecido na tua mão.

Quando falamos de algo tão subjetivo quanto a fotografia de casamento tudo muda!

O verdadeiro valor está na arte e no serviço que o fotógrafo profissional de casamentos consegue produzir com o seu apurado sentido estético, e com a mestria e experiência acumulados ao longo de anos de profissão e não tanto nos materiais e serviços que vai fornecer.

Pensa nisto: 

De que vale ter muitos álbuns, telas, fotografias emolduradas, etc, se a matéria prima (leia-se: as tuas fotografias de casamento) são de gosto e qualidade duvidosa? 

De que vale tudo isso se acabares por não gostar das fotografias?

Não se pode repetir, é importante para o teu futuro por isso investe o mais que puderes num bom fotógrafo profissional de casamentos. Pensa com o coração e menos com a carteira!

Já que chegaste até aqui, temos um último ponto extra para te agradecer:

6 – Tenho de fazer uma lista das fotografias que quero para dar ao meus fotógrafos profissionais de casamentos.

Se quiseres, podes fazer uma lista das fotografias que pretendes que os teus fotógrafos profissionais de casamentos façam.

No entanto, ter uma lista detalhada das fotografias de casamento, pode gerar dois problemas:

1 – Se o teu fotógrafo de casamento for inexperiente terá tendência a ficar demasiado agarrado a essa lista. Inconscientemente entenderá essa lista como uma ordem e não quererá que nada falhe. Toda a sua atenção irá para o que está descrito na lista o que irá fazer com que não dê largas à imaginação. Será muito menos criativo.

2 – Se for muito experiente, irá ficar limitado por esta lista e terá sempre o receio de que o que criar além disso não seja bem aceite pelo cliente.

Aposta antes em conversar várias vezes com o teu fotógrafo de casamento. Discute este assunto com ele e cheguem a um entendimento.

Quando os nossos casais nos querem entregar listas de fotos, nós, por iniciativa própria conversamos para tentar perceber o porquê. 

Chegamos sempre à conclusão que leram artigos de fraca qualidade em que lhes foi deixada a ideia de que era “obrigatório” ou que seria uma boa ideia.

É uma boa ideia, desde que a lista seja generalista e não muito específica.

Ao ser generalista dará margem de manobra ao fotógrafo para se ajustar e criar à sua maneira.

Felizmente, desde o primeiro contacto, os nossos clientes percebem que estão em boas mãos, e por isso descontraem confiando inteiramente em nós.  


Vamos conversar?

Sem compromissos e preparar a vossa Wedding Experience.


Similar Posts